Dr Eduardo Adnet.com - Psiquiatria  

 

 

Mitos Sobre o Suicídio

 

 

1- "Pessoas que falam em se suicidar, frequentemente não irão se suicidar?"

FALSO

 

Quase todas as pessoas que se suicidam ou que tentam o suicídio já deram algum sinal de alerta. Não se deve ignorar as ameaças de suicídio. Frases do tipo: "Você lamentará quando eu tiver morrido", "Eu já não vejo mais saída", não importando se casualmente ditas ou mesmo se ditas em tom de brincadeira, podem indicar sérios sentimentos suicidas.

 

2- "Qualquer um que tenta se matar deve ser louco"

FALSO

 

A maioria das pessoas suicidas não são psicóticas ou insanas. Elas podem estar tristes, aborrecidas, deprimidas ou em desespero, mas tristeza extrema e dor emocional não são necessariamente sinais de doença mental.

 

3- "Se uma pessoa estiver determinada a se matar, nada a impedirá que se mate"

FALSO

 

Mesmo uma pessoa severamente deprimida tem sentimentos misturados sobre a morte, permanecendo indecisa, até o último instante, entre querer viver e querer morrer. A maioria das pessoas suicidas não quer morrer, eles desejam que suas dores cessem. O impulso para dar um fim a tudo, ainda que sobrepujante, não dura para sempre.

 

4- "Pessoas que cometem suicídio são pessoas que não quiseram procurar ajuda"

FALSO

 

Estudos sobre vítimas de suicídio demonstraram que mais da metade destas pessoas buscou auxílio médico dentro de um período de seis meses antes de morrerem.

 

5- "Falar sobre suicídio pode dar à pessoa a idéia de se suicidar"

FALSO

 

Vocâ não estará dando idéias mórbidas a uma pessoa suicida se falar sobre suicídio. O oposto é verdadeiro -- trazendo à tona o assunto do suicídio e conversando abertamente é uma das ajudas mais importantes que você pode dar a fim de prevenir o suicídio da pessoa.

 

(Fonte: SAVE-Suicide Awareness Voices of Education)

 

Home